Sem medo de mudar!

9-de-dentro-para-fora---mudanca_feature

 

Como sabemos que é hora de mudar? Onde a mudança começa: dentro ou fora de nós? Por que resistimos tanto às mudanças?

Primeiro eu mudei. Depois tudo mudou: meu relacionamento comigo e com o outro, minha casa, minha vida. Às vezes parece que foi ao contrário, as coisas mudaram e eu tive que acompanhar a mudança, mas acredito que nunca é assim. É sempre de dentro para fora. Começa nos pensamentos, nas emoções, num processo que acontece na psique e influencia o corpo todo, desde a pele, as hormonas e até os nossos órgãos vitais.

Eu hoje acordei e me senti feliz. A casa estava em silêncio, lá fora eu ouvia a chuva, de repente abriu o sol. O tempo mudou! As mudanças são naturais na natureza e acredito que devemos ver como uma inspiração para nós, seres humanos. As estações do ano modificam as paisagens, mas nós temos resistência a mudar de sítio na mesa, de emprego, de casa, de cidade…

A Dri e eu temos em comum a mudança de país e partilhamos a mesma vontade de “progredir”. Progredir é mudar para melhor, é evoluir, é crescer, é transformar-se. Então achei que era o tema perfeito para voltar a escrever as rubricas semanais aqui n’ O Meu Vício. Porque a mudança sempre começa de dentro para fora, porque assim vocês entendem porque eu andei sumida e também porque mudar é tão bom!

Quando a dor de ficar é muito grande, nós decidimos partir. Dói mais continuar naquele sítio, com aquela pessoa, com aquela rotina. Por mais que sair pareça igualmente assustador, assume contornos mais leves: recomeçar é refrescante. E então, começamos um novo trabalho, um novo relacionamento, um novo caderno com folhas em branco. Uma vida nova. E é por vezes,  por medo do novo e do desconhecido que adiamos tanto as mudanças necessárias à nossa progressão.

Depois de ter passado por tantas mudanças, eu posso garantir-lhes: sempre vale a pena. Mesmo quando não era bem como imaginávamos porque achávamos que haveria menos vento e mais dias de sol… Aprendemos a quantidade de maravilhas que podemos fazer na chuva, descobrimos que as tempestades são vitais para o reequilíbrio da fauna e da flora e quando o sol volta a brilhar, tudo encontra o seu lugar certo…

Se acredita que agora não está no lugar certo… ou não está com a pessoa certa, ou no trabalho certo… se não está bem, muda! Você não é um poste. Mas lembra sempre: começa dentro de você! :)

9-de-dentro-para-fora---mudanca_1

Beijinhos,

Fernanda Zimmermann.